sábado, 28 de janeiro de 2017

Girotto Brito organiza antologia poética "Pérolas do Caeté"


O poeta e escritor Girotto Brito articula a publicação de uma coletânea de poemas com a participação de diversos poetas bragantinos ou que possuem forte vínculo com a cidade-pérola. O livro está em fase de editoração e seu lançamento está previsto para julho de 2017, pela Pará.grafo Editora. 
A obra reúne 19 poetas e poetisas, de nomes que carregam anos de experiência literária e também os que iniciam nessa caminhada. Ei-los:

Abilio Pacheco
Alef Tavares
Diego Wayne
Elsen Alencar
Fábio Pontes
Francisca Galeana
Francisco Weyl
Geovana Brito
Girotto Brito
Henrique Brito
Indira Eyzaguirre
Iran Lobato
Ivaneson Silva
Jacqueline Bianca
John Lennon
Luid Augusto
Raphael Soares
Rosália Oliveira
Valéria Sousa

A capa traz a fotografia de Lisandra de Nazaré P. Brito e design de Girotto Brito, que também atua como designer editorial. Com exclusividade, trazemos a seguir o prefácio da obra, escrito pelo próprio organizador:

O canto do galo...


Há, nessa cidade, algo místico. Uma coisa inominada que nos aprisiona num estado letárgico de bem-querer.  Bragança tem esse poder inconsciente de se fazer perpétua na lembrança de quem quer que a vivencie. E é nessa terra paraoara, nas margens do Caeté, sob a brisa litorânea do Atlântico, que a poesia se enlaça aos corpos e almas daqueles que a tocam — mesmo que por um breve período. 

Esta antologia se propôs a reunir vozes poéticas que, de algum modo, tenham um vínculo especial com esta cidade. Vínculo de raiz, de trabalho, de estudo ou de passagem. Aqui comungam poetas e poetisas de diferentes idades e experiências, mas que convergem num único espírito de bragantinidade. Essas vozes são reflexos da poesia bragantina e paraense produzida atualmente. Cada poema traz traços marcantes dos poetas que o escreveram: são imagens poéticas de suas aspirações e perspectivas. Cada poeta é uma pérola calcificada no âmago desta ostra-mãe que vez ou outra se abre para exibir sua criação artística. 

Este conjunto de poemas que você, leitor, segura nas mãos agora é mais que um livro, é sopro de vida — um grito que rompe o silêncio. 

Após um longo hiato literário, esta obra vem como o canto matutino de um galo para fazer despertar a poesia bragantina, adormecida e esquecida no meio artístico e educacional. Que estas vozes poéticas soem altas e em bom som, para acordar aqueles que ainda dormem, para fazer sonhar aqueles que estão acordados.

Bragança, 09 de janeiro de 2017.

Girotto Brito
Escritor bragantino

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Girotto Brito ocupa a cadeira n° 36 da Academia de Letras do Brasil - seccional Bragança


Na noite desta quarta-feira (14.12.2016), ocorreu a cerimônia de posse dos novos acadêmicos da Academia de Letras do Brasil - seccional Bragança. Na ocasião, o poeta e escritor Girotto Brito foi empossado na cadeira de n° 36, que pertenceu à imortal e patronesse Maria de Fátima Monteiro Ferreira.

Também tornaram-se membros da ALB-Bragança as personalidades Paulo Sérgio Weyl Albuquerque Costa (Cadeira Nº 13); Manoel de Souza Ramos (Cadeira Nº 19); Maria do Socorro Braga Reis (Cadeira Nº 44); Jaqueline Araújo da Silva (Cadeira Nº 45); Francisco Pereira de Oliveira (Cadeira Nº 46); Luís Henrique Brito Ferreira (Cadeira Nº 48); Milton Mateus Lobão (Cadeira Nº 49); e Marcos Morelle Azevedo Cruz (Cadeira Nº 50).

A Academia de Letras do Brasil - Seccional Bragança tem como presidente regional o Prof. Ribamar Oliveira, presidente executivo o Prof. Francisco Weyl e presidente o Prof. Carlos Roberto Amorim, sendo uma instituição que objetiva lutar e incentivar a cultura e a educação na região bragantina.

O evento foi transmitido ao vivo através da página da academia no Facebook.

Algumas fotos:




quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Escritor bragantino lança "Contos para uma noite de insônia"


Na noite do dia 19 de novembro de 2016 o escritor Girotto Brito lançou seu primeiro livro de contos, intitulado "Contos para uma noite de insônia" e publicado pela Editora LiteraCidade. No evento o autor recebeu amigos e leitores bragantinos numa noite de autógrafos e coquetel.

O livro recém lançado traz 15 contos de suspense e terror, alguns ambientados nas cidades paraenses de Bragança e Belém, envoltos em uma atmosfera obscura e personagens peculiares. Com prefácio escrito pelo escritor e tradutor Raphael Soares e ilustrações do bragantino Bruno Lisboa, Contos para uma noite de insônia pretende cativar o leitor com uma literatura limpa e envolvente.

Depoimentos:

De modo geral, a obra é um grande laboratório de suspense. Há o suspense psicológico, sobrenatural, policial, fantástico e até de ficção científica. [...] 'Contos para uma noite de insônia' contém 15 contos de suspense buscando a mais ampla variedade dentro do gênero, o que é sua maior qualidade. O leitor é levado a seguir a mais ampla variedade de trilhas para o suspense que conheço, algumas sem saída, outras com muitas possibilidades, algumas com caminhos latentes prontos para serem seguidos e descobertos. (Raphael Soares, escritor e tradutor)

Nos 'Contos para uma noite de insônia', Girotto Brito sacode a poeira do tempo e nos deleita com memórias de Bragança antiga no conto 'O Maníaco do Cereja'. É a arte imitando a vida. Existiu de fato seu personagem (Mete-medo), que vivia de fazer carretos com seu carrinho-de-mão, cujo ponto era a porta do mercado. Recorda também o massacre e incêndio da delegacia de polícia pelo assassinato de um bragantino por conta de rixa com um policial. Parabéns, Girotto! (Iran Lobato, poeta bragantino)

Já adoro Poe e Lovecraft, agora Girotto Brito entrou na lista. Gostei demais. Acho que 'escrever suspense é usar a palavra certa na hora certa, de outro modo, o susto não sai. (Silvaney Silva, escritor paraense)

O livro pode ser adquirido com o próprio autor (www.facebook.com/denisgirottobrito) ou através da Livraria Virtual Pará.grafo.

Algumas fotos do evento:















sábado, 8 de outubro de 2016

Girotto Brito publica conto em antologia que será lançada hoje no Evento "Livros em Pauta"


Acontece hoje (08.12.2016), a partir da 10h, durante o evento "Livros em Pauta", o lançamento da antologia de contos sobrenaturais, de suspense e terror, Tratado Oculto do Horror. O evento é realizado anualmente na Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (Fapcom), em São Paulo. 
A antologia, promovida pela Andross Editora, conta com a organização do escritor Alfer Medeiros e reúne escritores veteranos e iniciantes e todo o país. Girotto Brito participa com o conto "O Laboratório", narrando a história de um jovem rapaz que começa a trabalhar num pacato laboratório de ciências de uma escola pública e acaba vivendo uma estranha e aterrorizante experiência. O conto é o primeiro do livro, dando uma boa noção do que o leitor encontrará pela frente. 

quarta-feira, 27 de julho de 2016

METACANTOS 2016

Olá, amigos. 

No segundo semestre de 2015 eu participei de um concurso literário chamado "Metacantos" organizado pela Editora Literacidade. O concurso tinha o objetivo de selecionar bons poemas metalinguísticos, que tratassem da arte de fazer poesia. Pois bem, fui contemplado com o 4° lugar com o poema "Icarus" e hoje chegou para mim o livro resultado do concurso: METACANTOS 2016.
Uma situação interessante foi que nesse meio tempo, após o concurso e antes da confecção da obra, comecei a prestar serviços editoriais para a LiteraCidade e tive o prazer de participar do processo. Fui responsável pela criação da capa e editoração do livro. Vejam o resultado:



Gostaram?
Eu também :)

Até a próxima, meus caros.

sábado, 21 de novembro de 2015

Novo livro: AMBROSIA, sementes líricas de Girotto Brito


É só notícia boa, meus caros!
Fui selecionado para integrar o projeto "Sementes Líricas" da Editora Literacidade. Tal projeto consiste em publicações de obras poéticas compactas e de baixo custo para o leitor, objetivando a divulgação da poesia no cenário literário nacional. A primeira seleção conta com 30 poetas/obras, listadas abaixo. 

01 setembrais: sementes líricas de airton souza
02 borboleta noturna: sementes líricas de agmael lima
03 tempo meu: sementes líricas de ana meireles
04 imperfeita: sementes líricas de andrea pelegrini
05 pescador de cantos: sementes líricas de aurineide alencar
06 transbordar: sementes líricas de bruna zerlini
07 caminhar em mim: sementes líricas de cássia bisinoto
08 alma desnuda: sementes líricas de cibele carvalho
09 almaterra: sementes líricas de cleilson ribeiro
10 pequenas pérolas: sementes líricas de cris danois
11distorções: sementes líricas de morphine epiphany
12 sinapse: sementes líricas de cristiano martins de oliveira
13 nós líricos: sementes líricas de guilherme aniceto
14 coração a bombordo: sementes líricas de domingos dos santos
15 à margem: sementes líricas de flávio machado
16 síntese: sementes líricas de gerson clayton
17 ambrosia: sementes líricas de girotto brito
18 múltiplo um: sementes líricas de helena latini
19 nós & a rosa: sementes líricas de hélio sena
20 minhas sementes líricas, de hilda maciel
21 de como silenciar canções: sementes líricas de jacqueline salgado
22 sólida solidão: sementes líricas de jucelino de sales
23 antes de mim: sementes líricas de mafalda moreira
24 o poder do verbo: sementes líricas de maria joão pessoa
25 vozes que calam: sementes líricas de mauricio duarte
26 café com canela: sementes líricas de graci sá
27 minhas redes: sementes líricas de neida rocha
28 aquatempo: sementes líricas de wanda monteiro
29 aquarela: sementes líricas de wellyna g. jucá
30 pétala de despedidas: sementes líricas de zanny adairalba

* * *

O lançamento está previsto para dezembro/2015, mas o livro já se encontra em pré-venda no site do projeto: www.sementesliricas.com.br

1° ANUÁRIO DA POESIA PARAENSE

Capa do I Anuário da Poesia Paraense

É com muita alegria que recebo a notícia de que fui selecionado para integrar o grupo de poetas que estarão presentes no 1° Anuário da Poesia Paraense, organizado pelo poeta marabaense Airton Souza em parceria com a Editora Literacidade. O projeto reúne 50 poetas paraenses ou atuantes no Estado do Pará, a artista plástica Eliene Tenório, responsável pela ilustração da capa do livro, e do prefácio da poetisa Olga Savary.
O projeto configura o início do trabalho de registro do cenário poético paraense, reunindo escritores iniciantes e os já há bastante tempo na estrada. Torço para que se estabeleça e se realize por muitos anos.

Segue a lista dos poetas selecionados:


Abilio Pacheco 
Adão Almeida
Ademir Braz 
Agmael Lima 
Airton Souza 
Aldemira Aguiar 
Ana Meireles 
Antonio Nilson Paz 
Apoliana Maria Quitéria da Costa 
Arlethe Ferreira da Silva 
Benny Franklin 
Bertin Di Carmelita 
Bia Carrias 
Clauber Martins 
Claudimar Siqueira Campos 
Cley Araújo 
Creusa Salame 
Eleazar Venancio Carrias 
Eliane Soares 
Francisca Cerqueira 
Francisco Duarte 
Girotto Brito 
Glecia Sousa 
Javier Di Mar-y-abá 
Joelthon Ribeiro
Josette Lassance 
Katiucia Oliveira 
Lara Borges 
Lívia Rodrigues Mesquita 
Lusa Silva 
Marcos Samuel Costa 
Maria Rodrigues Mesquita 
Marilene Rodrigues Silva 
Marisol Nascimento.
Marlon da Silva Ferreira 
Moreira Filho 
Nathália Cruz 
Otacílio Mota 
Paulo Nunes 
Reginaldo Santiago 
Renato Gusmão 
Renato Pimentel 
Rose Pinheiro 
Rui do Carmo 
Samantha de Sousa 
Seu Da Beca 
Yuri Ikeda Fonseca 
Wal Oliveira 
Vânia Ribeiro de Andrade 
Zacarias Martins